Ao mais novo Cidadão Piranguçuense, Cláudio Martins Ribeiro.
  Publicado em 12/7/2006 07:21, com 351 acessos.


CLÁUDIO MARTINS RIBEIRO



Por todas as obras que prestastes a este apaziguo recanto, pela figura de pai, de pessoa, de amigo de todo o povo, que sempre valorizou, é que te condecoramos com o título de “Cidadão Piranguçuense”, entretanto, nunca tivemos dúvidas de que sempre foi. Jamais se limitou ao próprio trabalho, reduto do retiro de seu ganha pão. Entusiasta, marca registrada de tua personalidade, sempre buscou por que incansavelmente, perseguir os caminhos do grande progresso. E assim o fez, infenso o fez... A quem foi concedida dada oportunidade de acompanhar-lhe boa parte desses anos, teve a chance real de ver a grande pessoa que és, enquanto homem de negócios, enquanto pai de família...

Cláudio Martins Ribeiro, exímio papel e vocação de pai, incontestável chefe de família, pai, amigo de todas as horas, tio, o verdadeiro avô coruja, sem dúvida, o mais coruja a que se tem notícia. Sangue do meu sangue conspirou até o último segundo a defender os sentidos do amor, e denso amor.

No coração de pai, amigo conciliador, nas horas de maior aspereza, sentimentalidade nunca deixara de ser a única razão de educar e fazer educação. Pulso firme, cabeça erguida, ainda que as primazias da vida sopravam a favor, infenso, continuava na árdua tarefa de vivenciar cada segundo, no deslumbro de ver os filhos respirando o pólen das flores, lembranças de tempos primaveris...

Nunca deixou de acreditar na vida, nunca aceitara não poder sonhar o bom sono, incansavelmente, eternamente fora atrás de seus sonhos, até transforma-los na mais pura e doce realidade... Ainda que na tenra idade, seus filhos, doces queridos, não compreendessem bem, o grande bem do homem de bem, todavia era seu pai... Pai herói, belo exemplo de paternidade... Mesmo que a vida, com seus resvalos, novas revalidas pudessem abrir-lhe feridas, forte, fora o bastante...

Todo pai sabe que um dia tornará a reunir toda a sua família de volta, pois todos, seguindo as Vontades do Pai Santíssimo, estaremos todos lá, na vida eterna, pois lá no azul infinito, residem as esperanças e lá no céu, ele, um anjo, espera por você. Bom pai, o tempo passou, avô, o sonho se concretizou. Chegara a hora de ver a casa repleta de netinhos, anjinhos que desceram do céu, para fazer-lhe companhia, vieram, pois, semear-lhe alegrias... É hora de correr para abrir-lhes os braços, no entreabrir e fechar do coração, você merece ser feliz... Bom pai, ser tio, é ser um segundo pai...

És tu, um ser-humano de grande coração, do tipo que sendo tão grande, não lhe cabe no peito, sua extensão pode ser vista em teu sorriso, no brilho de teus olhos, um salva de palmas as boas almas deste mundo! Feliz de quem reparte o pão, pois, quem semeia bons frutos, colherá e receberá com gratidão Das Mãos Do Próprio Criador; o nosso muito obrigado! Mas o tempo não para, não se cansa de calar o embarque das horas nos ponteiros do relógio, é chegada a hora de continuarmos juntos, de mãos dadas, pois, acreditamos em nossa fé, acreditamos que o calor do sol nos banha como nos brinda a mesma Luz Divina da esperança.

Tio Cláudio, “Tai”, parabéns por esta homenagem grandiosa, fruto de progresso inovador de que se dispõe esta conceituada casa, receba o abraço de quem te ama, de quem te quer bem, daqueles que aprenderam contigo, a ver a vida em um novo patamar, de sua amada esposa, companheira de todas as horas, de seus filhos, queridos e sempre por amados filhos, de seu irmão, Gesmer e de suas irmãs, Cláudia e Imaculada, da sempre presente tia Igi, dos sobrinhos, assumidos admiradores teus, e de todos aqueles de quem tiveram a oportunidade e ainda daqueles que gozarão desta alegria de conhecê-lo por harmonia; receba nossos eternos agradecimentos: muito obrigado por você existir...

Não se esqueça, porém, de sempre se lembrar de seus pais, sei que não, pois eles, certamente, estão lá no céu, junto do Criador de todas as coisas, do Senhor de todos os mundos, seus pais lá estão, muito, mas muito, orgulhosos de você...

Neste mês de março, em que completas mais um ano de vida, todos nós podemos desfrutar contigo deste presente especial. Por tudo isto, é que eu implico em dizer: Cláudio, és tu, orgulho de Piranguçu!...

Por fim, remetendo-se sempre ao porvir, damos-te parabéns assim, com uma calorosa salva de palmas...!

Leandro Ricardo Ribeiro Martins, sobrinhos.





Notícia : Social

  29/03/2014 - Social - 10º Encontro Ex-Alunos mSC
  05/10/2011 - Social - Felecimento do Sr. Antonio Tirelli.
  15/03/2010 - Social - Agradecimento.
  19/12/2008 - Social - Uma homenagem a minha mãe.
  21/12/2007 - Social - Padre Arlindo comemora 60 anos de sacerdócio.
  12/07/2006 - Social - Ao mais novo Cidadão Piranguçuense, Cláudio Martins Ribeiro.
  03/07/2006 - Social - Faleceu em Campinas o Sr. Carmo Rebello.
  13/06/2006 - Social - Nota de Falecimento
  22/05/2006 - Social - Procuro por meus parentes em Piranguçu
  12/05/2006 - Social - Cláudio Martins agora é Cidadão Piranguçuense

»Veja +