A Saudosa LIRA DE SANTO ANTONIO.
  Publicado em 24/3/2007 11:37, com 206 acessos.


Lira de Santo Antonio. Foi este o nome escolhido para a primeira Banda Marcial oficial de Piranguçu. Oficial sim, porque anteriormente a esta, houvera uma outra com alguns músicos, cujo maestro era um senhor de nome Antonio Estela.

Não se sabe precisar o ano, mas supõe-se que seja na década de 1950, o Sr. Cândido Pereira de Mendonça, conhecido por Candinho Mendonça, queria uma banda constituída por moradores de Piranguçu para tocar na Festa do Divino, tradicional evento religioso do local, que naquele ano era ele o “Festeiro”. Então ele reuniu alguns moradores e decidiram formar a tal “banda”.

O pároco na época era o Pe Arlindo Giacomelli, que animado com a idéia, foi a São Paulo onde comprou os instrumentos necessários para a formação da vibrante LIRA DE SANTO ANTONIO.

Assumiu a liderança do grupo, o Sr. João Ferreira, pessoa de grande habilidade, que conhecia e sabia tocar diversos instrumentos musicais. Todas as noites ele reunia o pessoal em sua casa e com muita paciência e dedicação, ensinava a cada um dos componentes a tocar o instrumento a ele destinado.

Meu pai, Carmo Rebello, foi um dos integrantes da Lira, ele tocava pistom e os demais músicos eram: o Tião do Cota, Mário do Pedro Dias, Zé Brás, Zé Pinto, Chico Chiaradia, Pedrinho Corrêa, Zé Miguel, Chiquito do Cota, Luiz Batata (filho de Saturnino Domigues), Dito Ribeiro, Valdomiro Leite, João da Cruz (João Abé como era conhecido) e com certeza outros que a memória dele não mais permitia recordar.

Assim o tempo foi passando e a banda ensaiando. Resolveram depois de certo tempo chamar um maestro de Itajubá, de nome Tito, para fazer uma avaliação do desempenho do grupo. A primeira apresentação ao maestro foi um desastre, um desafino total, enfim uma grande decepção para todos. Mas com as novas orientações do maestro Tito o grupo progrediu.

Um problema, porém ainda persistia; eles só conseguiam tocar parados e precisavam aprender a tocar caminhando, pois do contrário como iriam acompanhar as procissões nas festas religiosas?

Foi aí que tiveram a idéia de organizar visitas às fazendas nos diversos bairros de Piranguçu. Combinaram visitas a alguns fazendeiros que se comprometiam a lhes oferecer uma merenda e até uma cachacinha para animar.

E assim, em algumas noites seguiam pelas estradas escuras e tocando dobrados, lá ia a LIRA DE SANTO ANTONIO escuridão adentro, aprimorando cada vez mais. Até fizeram uma promessa que se tudo corresse bem na apresentação da Festa do Divino, iriam tocar em Aparecida do Norte...



E o dia da festa chegou. A LIRA, trajando seu uniforme cáqui especialmente confeccionado para a ocasião, acompanhou a procissão e tocou no coreto a noite toda animando a festa. Foi muito aplaudida; enfim, um grande sucesso!

E conforme haviam combinado foram a Aparecida e pagaram a promessa; tocaram em frente à Basílica (velha) de Nossa Senhora Aparecida. O povo aglomerou, foram muito aplaudidos e tiveram que repetir os dobrados por várias vezes.

A partir daí e por alguns anos a LIRA DE SANTO ANTONIO continuou sua jornada, sendo convidada a tocar em várias festas nas cidades da região.

-E como seria bom se a LIRA DE SANTO ANTONIO existisse até hoje...

Este relato é uma homenagem ao meu pai Sr. Carmo Rebello, cidadão Piranguçuense, falecido em 02/07/2006, aos 88 anos de idade.

Texto enviado por Dalva Rebello






Músicos: Relacionados da esquerda para a direita.

Em Pé: Maestro, Benedito Ribeiro, Pedro Correa de Lima, João Flaisat, Sebastião Braz de Siqueira, Eduardo, Durvalino Leite, Mário Dias Chaves e o Festeiro Sr. Sebastião Herculano Costa.

Na Frente: João da Cruz (João Abé como era conhecido), Vicente Retireiro, Sebastião Machado e Walter Antunes de Siqueira

Nota do Site: Pedimos a quem tenha outros detalhes sobre a nossa Lira de Santo Antonio, ou até mesmo foto, que nos envie através de nosso email info@pirangussu.com.br




Conteúdo : História

  18/10/2012 - História - Bairro Sobradinho
  05/09/2011 - História - Homenagem ao Sebastião Maria.
  24/06/2009 - História - Fatos e Fotos do Esporte Clube Piranguçu.
  01/06/2009 - História - A origem de Piranguçu escrita por um historiador.
  26/05/2008 - História - Uma romaria a pé a Aparecida do Norte, realizada em 1958.
  03/01/2008 - História - Movimentos Religiosos - A Liga Católica.
  02/01/2008 - História - Movimentos Religiosos - As Filhas de Maria
  28/12/2007 - História - Movimentos Religiosos - Os Congregados Marianos
  26/12/2007 - História - Movimentos Religiosos - A Cruzada Eucarística
  10/12/2007 - História - Resgate Histórico dos Movimentos Religiosos.
  17/09/2007 - História - Nosso Torneio Leiteiro fez Bodas de Prata
  22/07/2007 - História - Boiadas de Porcos e Perus fazem parte de nossa História.
  13/07/2007 - História - Nossa Banda Marcial - Músicos da Velha Guarda
  19/06/2007 - História - Bastidores da História - Em homenagem ao Delicado.
  12/06/2007 - História - A magia dos Cartuchos de Festa.
  16/05/2007 - História - Pastoral da Terceira Idade e a Tradição da Santa Cruz.
  13/05/2007 - História - RODOVIA BR 383, Trecho Itajubá – Campos do Jordão
  11/04/2007 - História - Pastoral da 3ª Idade e as tradições da Semana Santa
  24/03/2007 - História - A Saudosa LIRA DE SANTO ANTONIO.
  27/03/2006 - História - Poder Legislativo de Piranguçu

»Veja +