Movimentos Religiosos - A Liga Católica.
  Publicado em 3/1/2008 10:50, com 563 acessos.


A Liga Católica Jesus, Maria e José teve início em 27 de maio de 1844 na cidade de Liège, na Bélgica, pelo Capitão Henrique Belletable, um holandês de nascimento que serviu ao exército belga.

Vendo os operários afastados da prática religiosa, Belletable pensou no que poderia fazer em favor daqueles homens, para que eles praticassem a religião e pudessem ter uma família bem constituída. Na época procurou um sacerdote redentorista, o padre Deschamps, que mais tarde tornou-se cardeal e teve grande atuação no 1º Concílio do Vaticano.

A finalidade da Liga Católica era tornar o homem cristão, católico praticante, valorizar o respeito humano e levá-lo a rezar e a participar da missa dominical. Belletable começou com um pequeno grupo, que foi crescendo, aumentando, atraindo outras pessoas.

A Liga Católica foi trazida para o Brasil em 1902, pelos Missionários Redentoristas holandeses que fundaram a primeira Liga na cidade de Juiz de Fora-MG, existente até hoje.

Mas foi em 1908 na igreja se Santo Afonso, na cidade do Rio de Janeiro, que foi fundada a primeira Liga Católica Jesus Maria e José, que contava com 125 homens. Em 1919 contava com 1.239, só na igreja. Em 1924, no então Distrito Federal (Rio de Janeiro), havia 16 Ligas. Depois, as Ligas difundiram-se por vários Estados: Minas Gerais (22 Ligas), São Paulo (6 Ligas) e Espírito Santo (1 Liga) e ainda em Pernambuco (1 Liga) e Pará (2 Ligas).

A partir de então foram agregadas diversas Ligas pelo Brasil, chegando à Piranguçu na década de 1950, sob a Presidência do Pe. Arlindo Giacomelli, mSC. A paróquia de Piranguçu chegou a ter trezentos Liguistas e todos procuravam manter um ambiente familiar, alegre e de camaradagem, tendo como modelo a família de Nazaré. Dentre eles podemos citar os senhores Sebastião Alcântara, José Muniz, José Alves, Geraldo Firino, José Firino e Sebastião Braz Siqueira.

Os Liguistas iniciavam como aspirantes e recebiam um cordão azul, com a medalha da Sagrada Família. Após alguns anos e com a comprovada participação na vida religiosa e nas reuniões era então realizado um ato solene de admissão, onde o aspirante recebia o diploma de Liguista e passava a usar o cordão verde.

Os Liguistas eram divididos em seção, de acordo com o bairro em que residiam. Cada seção tinha seu Prefeito que era identificado pelo uso do cordão de cor vermelha. As seções também tinham seus padroeiros, por exemplo: Na seção do bairro dos Melos o padroeiro era São Pedro. Na seção do bairro Sobradinho era São Geraldo e na seção do bairro Boa Vista era São Benedito...

Em uma paróquia, a maior autoridade da Liga Católica era o Presidente e este utilizava cordão de cor amarela. Havia reuniões gerais com todos os Liguistas da paróquia e também reuniões dos prefeitos com os membros de sua seção. Todas as reuniões eram iniciadas com o canto fervoroso de “A nós descei Divina Luz” e a “Marcha da Liga”. Também cantavam com freqüência o hino “Nossa Terra Batizada”, em louvor a Deus e a nossa Pátria. As reuniões eram registradas em ata pelo respectivo secretário e assinada pelos presentes. Em todas as reuniões ou eventos que o grupo realizava, ostentavam com muita dignidade a bonita e vistosa bandeira da Liga Católica e o estandarte contemplando a Sagrada Família com os dizeres “ORA ET LABORA”.

A festa anual dos Liguistas era realizada no dia 3 de maio, com missa festiva no Santo Cruzeiro, leilão de prendas doadas pela comunidade e a participação de muitos cavaleiros que seguiam em procissão, saindo da matriz de Santo Antonio.

Também era responsabilidade da Liga a organização da romaria a cavalo para o bairro da Piedade e a romaria anual para Aparecida do Norte, com a participação de todos os bairros. Viajavam em caminhões toldados, sentados em bancos de tábua, iam cantando e rezando, e era uma festa na hora do lanche onde todos se encontravam quase na virada da serra da mantiqueira, na Barreira. Chegando em Aparecida, subiam a ladeira em procissão até a Basílica (velha), participavam da Missa e de diversas atividades religiosas, principalmente da Via Sacra no Santo Cruzeiro.

A presença da Liga Católica em nossa paróquia foi marcante em todos os movimentos que necessitavam da organização de trabalho em grupo para a construção ou reparo de qualquer benefício em prol de nossa comunidade. Podemos destacar os mutirões para a construção e reforma de nossas igrejas, as benfeitorias de usufruto da comunidade como salão paroquial, calçamento do pátio da igreja, aquisição de bancos para as igrejas, sinos, posto de saúde e até mesmo na construção do seminário Instituto Padre Nicolau, em Itajubá. Também esteve presente na organização e coordenação de diversas romarias em caminhões adaptados, a cavalo ou até mesmo a pé, em Aparecida do Norte, Piedade ou no nosso Santo Cruzeiro.

Também foi marcante a presença dos Liguistas na organização e participação nas missas e procissões, e nas diversas festas religiosas tradicionais da época. Os Liguistas eram considerados os Conselheiros da Paróquia e seguiam a risca o estatudo da Liga Católica, aprovado pelo Episcopado Brasileiro.

A Liga Católica hoje já não mais existe em nossa paróquia, mas temos a certeza que a presença dela está nos patrimônios que usufruímos e no exemplo que muitos chefes de nossas famílias passaram e continuam passando aos seus descendentes, da prática da vida verdadeiramente cristã como um remédio eficaz para a salvação da alma.

Vejam algumas fotos históricas no álbum Liga Católica.


Texto enviado pela Pastoral da Terceira Idade da Paróquia de Santo Antonio




Conteúdo : História

  18/10/2012 - História - Bairro Sobradinho
  05/09/2011 - História - Homenagem ao Sebastião Maria.
  24/06/2009 - História - Fatos e Fotos do Esporte Clube Piranguçu.
  01/06/2009 - História - A origem de Piranguçu escrita por um historiador.
  26/05/2008 - História - Uma romaria a pé a Aparecida do Norte, realizada em 1958.
  03/01/2008 - História - Movimentos Religiosos - A Liga Católica.
  02/01/2008 - História - Movimentos Religiosos - As Filhas de Maria
  28/12/2007 - História - Movimentos Religiosos - Os Congregados Marianos
  26/12/2007 - História - Movimentos Religiosos - A Cruzada Eucarística
  10/12/2007 - História - Resgate Histórico dos Movimentos Religiosos.
  17/09/2007 - História - Nosso Torneio Leiteiro fez Bodas de Prata
  22/07/2007 - História - Boiadas de Porcos e Perus fazem parte de nossa História.
  13/07/2007 - História - Nossa Banda Marcial - Músicos da Velha Guarda
  19/06/2007 - História - Bastidores da História - Em homenagem ao Delicado.
  12/06/2007 - História - A magia dos Cartuchos de Festa.
  16/05/2007 - História - Pastoral da Terceira Idade e a Tradição da Santa Cruz.
  13/05/2007 - História - RODOVIA BR 383, Trecho Itajubá – Campos do Jordão
  11/04/2007 - História - Pastoral da 3ª Idade e as tradições da Semana Santa
  24/03/2007 - História - A Saudosa LIRA DE SANTO ANTONIO.
  27/03/2006 - História - Poder Legislativo de Piranguçu

»Veja +