Uma romaria a pé a Aparecida do Norte, realizada em 1958.
  Publicado em 26/5/2008 15:11, com 850 acessos.


Em nossa região as noites de maio até agosto são bastante frias e o céu é limpo e de um azul que nos permite avistar ao longe o contorno das montanhas. Durante este período a lua cheia clareia com maior intensidade, e talvez seja esta a razão da escolha da melhor data para ir à Aparecida do Norte a pé.

Foi assim que em agosto de 1958 realizou uma romaria a pé de Piranguçu até Aparecida do Norte, com o objetivo de cumprir uma promessa feita pelo Sr Mário Cardoso em atendimento a um pedido feito a Nossa Senhora Aparecida que zelasse por um de seus filhos que estava com um diagnóstico médico preocupante naquele momento.

Então aquele senhor convidou alguns amigos que o acompanharam naquela missão. O grupo reuniu em frente à casa do Major Severiano Cardoso na noite do dia 5 de agosto de 1958, alguns dias após a lua cheia. Antes da meia noite saíram em direção a Aparecida do Norte e vestiam apenas os agasalhos para suportar o frio da serra durante a madrugada. Para alimentar levaram frango com farofa e pato assado, feitos pelo João Firino, um dos participantes do grupo.

No dia seguinte já estavam quase virando a serra que avistaria o esperado Vale do Paraíba. Foi quando naquela manhã o grupo chegou a uma inesperada e confusa encruzilhada. O destino à esquerda era apontado pelo Sr. Rosário Domingos Ferreira, o popular “Lalá”, como o mais correto. Ele citava inclusive uma seriema que o grupo avistou andando naquela direção, que poderia ser um sinal da Santa indicando a direção correta a seguir. Mas não adiantou... A opção vencedora foi a de outros participantes que garantiam que o certo era seguir no caminho à direita. Decisão acatada por todos, os romeiros seguiram adiante na esperança que tudo daria certo. Porém logo adiante avistaram o vale do Paraíba e perceberam que descendo a serra sairiam em Pindamonhangaba, a uns 30 quilômetros a direita de Aparecida. Daí não restou alternativa a não ser descer a serra e chegar ao destino algumas horas depois do planejado. Haviam seguido na direção errada.

Foi ai que dois dos participantes, o Delicado e o Ovídio Duarte, adiantaram do grupo que descia a serra seguindo uma tubulação de água que girava a turbina de um gerador de energia para a Fazenda Santa Izabel, lá embaixo no vale do Paraíba.

Ao chegarem naquela fazenda convenceram o motorista de um caminhão leiteiro, que por sorte estava passando por lá e que seguia em direção à Guaratinguetá, a esperar pelo restante do grupo. E assim, todos na carroceria do caminhão, seguiram passando de fazenda em fazenda pegando a produção de leite daquela tarde, para finalmente chegar a Guará no início da noite. De Guará seguiram para a vizinha Aparecida do Norte, utilizando de um ônibus circular.

Em Aparecida o grupo foi para o Hotel Sul América onde os aguardava o Sr Luiz Marvino, que veio de caminhonete com o Sr João Antunes de Siqueira (que retornou em seguida) e trouxeram as malas com os pertences dos que vieram a pé.

Após o banho, o grupo se reuniu no Bar São Luiz, localizado em uma travessa da ladeira que dá acesso à Praça da Basílica (velha), onde fizeram um lanche e comentaram os acontecimentos daquele dia.
No dia seguinte foram à missa pela manhã e participaram do “Encontro com os Romeiros” onde o Sr. Mário Cardoso contou ao saudoso Pe Vitor Coelho, M.Ss.R., sobre a romaria e a graça alcançada, lamentando não ter chegado à pé em Aparecida conforme havia prometido, devido a uma decisão incorreta que levou o grupo a não percorrer o melhor caminho, fato que o Pe Vitor sabiamente comentou: “Nenhuma mãe quer o sacrifício do filho. E por isso devemos prometer somente aquilo que podemos cumprir. E para Nossa Senhora Aparecida, o seu sacrifício foi o suficiente”.

O Grupo ainda posou para uma foto de recordação e retornou a Piranguçu de ônibus. Alguns naquele mesmo dia e outros no dia seguinte. Na Foto citamos os participantes, da forma como são conhecidos em nosso meio, na seqüência da esquerda para a direita:

Em pé: José Rômulo (Macarrão), Mário Cardoso, Júlio, João Firino, Pedro Chofer, Luiz Marvino e Lalá.
Agachado: Delicado, Sebastião (filho do Luiz Marcelo), Ovídio Duarte, Toninho Bento e Flávio Corrêa.

Fatos citados por Benedito Pereira de Miranda - Delicado

Nota do Site: Localizada na Serra da Mantiqueira, município de Pindamonhangaba, a usina Izabel citada no texto foi inaugurada em 1915 pela Empresa de Eletricidade São Paulo e Rio, no ribeirão Sacatrapo, com uma produção de energia suficiente, naquela época, para iluminar as cidades de Lorena, Taubaté, Tremembé e Pindamonhangaba.

Com maquinário importado, geradores canadenses e turbinas alemãs, a usina gerava energia a partir da maior queda livre de água da América do Sul e a 3ª do mundo, com um desnível de 930 metros. A água acumulada em dois reservatórios é conduzida por um canal de alvenaria e uma tubulação original de ferro até as duas turbinas Pelton, que somam 2,64 MW instalados.

Há alguns anos a EMAE e a prefeitura de Pinda assinaram protocolo de intenções para a reativação da Usina Izabel. As obras previstas incluiam a restauração da barragem superior e das adutoras, a manutenção dos dois geradores e a automação da operação.





Conteúdo : História

  14/02/2018 - Geral - Campanha da Fraternidade 2018
  10/08/2017 - Eventos - 33ª Expo Piranguçu
  01/06/2017 - Geral - Festa Santo Antonio
  05/04/2017 - Geral - Semana Santa 2017 - Paróquia Piranguçu
  29/03/2017 - Geral - Visita da Imagem Peregrina
  22/02/2017 - Geral - Piranguçu - 54 anos
  22/02/2017 - Geral - Campanha da Fraternidade 2017
  09/06/2016 - Eventos - Festa do Divino Pai Eterno
  31/05/2016 - Eventos - Festa de Santo Antonio
  31/05/2016 - Eventos - Festa de São João.
  03/04/2016 - Eventos - 22ª Festa da Banana - Antunes
  16/03/2016 - Geral - Semana Santa 2016 - Paróquia Piranguçu
  14/02/2016 - Geral - Campanha da Fraternidade 2016
  14/08/2015 - Eventos - 32ª Exposição Agropecuária de Piranguçu
  07/07/2015 - Eventos - Arraiá da AAPP
  25/05/2015 - Geral - Novena e Festa de Santo Antonio
  20/04/2015 - Versos e Prosas - Pátrio Alferes
  08/04/2015 - Geral - 21ª Festa da Banana - Antunes
  30/03/2015 - Geral - Semana Santa 2015 - Piranguçu
  22/02/2015 - Geral - Piranguçu 52 Anos

»Veja +