Felecimento do Sr. Antonio Tirelli.
  Publicado em 5/10/2011 10:39, com 389 acessos.


O Sr. Antonio Tirelli faleceu no dia 01/10/2011 em Pouso Alegre, cidade onde ultimamente estava residindo com a maior parte de sua família e para onde foi para plantar arroz e fez muitas amizades. Deixou aos seus filhos, netos, bisnetos e a todos que com ele conviveu o exemplo de sua vida de trabalho, de chefe de família e de dedicação. Foi sepultado em Piranguçu em 02/10/11 com o acompanhamento de grande parte de seus amigos e daqueles que o conheceram.

Antonio Tirelli nasceu em 10/04/1930 na pequena localidade de Canas próximo à Lorena-SP. Filho de Virgilio Tirelli e de D. Maria Assunta Tirelli, descendentes de Italianos que vieram para o Brasil logo após a proclamação da Republica e fixaram residência no vale do Paraíba, onde naquela época tinha grandes plantações de café. Do Vale do Paraíba, seus pais vieram para Piranguçu procurando terras para formar lavouras, principalmente arroz irrigado, cultura já exercida pelos seus ancestrais na Itália.

O Sr. Antonio Tirelli era casado há 60 anos com D. Maria Auxiliadora Tirelli, natural de Silvianópolis e no dia 08 de setembro, poucos dias antes de falecer, comemoraram suas bodas de diamante junto com todos os seus filhos e netos.

Tiveram sete filhos:
- Maria José Tirelli Siqueira,
- Antonio César Tirelli,
- Marco Camilo Tirelli,
- José Fernando Tirelli,
- Vinicius Luiz Tirelli,
- Carlos Alberto Tirelli e
- Luiz Ricardo Tirelli.



Alguns dados de sua vida como homem público, cidadão e pai de família:

• Veio para Piranguçu ainda menino e aqui fez seu curso primário. Desde cedo dedicou com seus pais e irmãos ao trabalho da lavoura, na época na base da enxada e da tração animal através de bois carreiros, mas foi um pioneiro na introdução da mecanização agrícola em nosso município trazendo para cá os primeiros tratores, plantadeiras mecanizadas de arroz e milho, plantação do arroz irrigado e de mudas, adubação, cultivadores e outros implementos e práticas agrícolas modernas.

• Descendente de família Italiana muito Católica foi na juventude Congregado Mariano e trabalhou como voluntario nas obras de mutirões promovidos pelo Padre Arlindo Giacomelli para construir a praça de frente ao Cemitério, aterrar o pátio da Igreja Matriz e muros. Também foi jogador atuante do Sport Clube Piranguçu chegando a ser seu dirigente e levando o time a participar dos campeonatos regionais Intermunicipais.

• Em 1954 fez parte do grupo de alunos da Escola de Musica de Piranguçu, criada pelo Padre Arlindo Giacomelli e formou-se entre os 12 alunos dos 32 alunos que começaram o curso. Alguns dos alunos que concluíram o curso de musica: Antonio Tirelli, Cláudio Martins, Paulo Victor Ricotta, Francisco Assis Antunes, Mario Dias Chaves, Pedro Correa de Lima, José Correa de Lima, Benedito Pinto Sobrinho, Manuel Palhaço e outros.

• Participou da Lira Santo Antonio de Piranguçu e depois foi um dos seus dirigentes assim como deu muito apoio a Lira São José de Itajubá.

• Com a morte de seus pais herdou e estruturou o sitio Santo Antonio onde hoje é a Fazenda “Maratéa” e lá dedicou às lavouras de café, frutas diversas como laranja, uvas e bananas, verduras e principalmente a sua grande paixão que era a lavoura de arroz irrigado. Foi um grande produtor de arroz, utilizando plantio por mudas e irrigados, técnica esta trazida por sua família da Itália e que foi introduzida pelos TIRELLI no vale de Piranguçu e que deu excelentes resultados de ganho de produtividade, custo reduzido e melhoria da qualidade do arroz. Graça a esses resultados recebeu por dois anos seguidos o Premio do INCRA de PRODUTOR MODELO.

• Antonio Tirelli era muito participativo, gostava de falar, tinha uma cultura geral boa e na época Piranguçu pertencia a Itajubá. Candidatou-se a vereador para representar o então distrito de Piranguçu em Itajubá ficando como suplente. O Vereador titular Pompeu José Antonio teve seu mandato cassado em 14/04/1964 e para seu lugar tomou posse em 28-04-1964 o senhor Antonio Tirelli que terminou seu mandato em 31/12/1966.

• O vereador Antonio Tirelli fez parte de varias comissões, foi Vice Presidente da Câmara de vereadores de Itajubá em substituição ao vereador Joaquim Vieira Miranda.

• Neste período também foi Secretario de obras de Itajubá, sendo prefeito o senhor José Maria da Silveira Campos, hoje nome de Rua em Piranguçu, período em que utilizava os maquinários da prefeitura de Itajubá na manutenção das estradas de Piranguçu. Nesta época abriu uma rua ao lado da casa e da propriedade do senhor Antonio Germano e de onde hoje está a praça 1º de Março. Esta rua hoje tem o seu nome. Foi um defensor do então Distrito de Piranguçu na Câmara Municipal de Itajubá e também um dos batalhadores pela emancipação Política de Piranguçu do Município de Itajubá.

• Como vereador e Secretário de Obras da Prefeitura Municipal de Itajubá alem de cuidar das obras viárias do município recebeu também o encargo de mudar o Matadouro Municipal do bairro da Varginha para fora do perímetro urbano de Itajubá e acabar com o transito de animais pelo centro de Itajubá. Na época não tinha caminhões de transporte de gado e os mesmos eram transportados por peões e soltos pelas ruas centrais da cidade causando grande alvoroço e correria aos transeuntes, principalmente nas Ruas Dr. Xavier Lisboa e Joaquim Francisco, local onde circulava os estudantes do Colégio de Itajubá e do Colégio das Irmãs. Antonio Tirelli localizou o terreno ideal, planejou e construiu o novo Matadouro Municipal no mesmo local onde hoje está o Frigorífico MAFITA ou FRIVALE.

• Atuou também como orador e orientador dos cursos de batismos e de cursilhos para casais na Paróquia de Piranguçu, mudou-se para Pouso Alegre e chegou a plantar arroz juntamente com seus filhos por alguns anos.




Notícia : Social

  29/03/2014 - Social - 10º Encontro Ex-Alunos mSC
  05/10/2011 - Social - Felecimento do Sr. Antonio Tirelli.
  15/03/2010 - Social - Agradecimento.
  19/12/2008 - Social - Uma homenagem a minha mãe.
  21/12/2007 - Social - Padre Arlindo comemora 60 anos de sacerdócio.
  12/07/2006 - Social - Ao mais novo Cidadão Piranguçuense, Cláudio Martins Ribeiro.
  03/07/2006 - Social - Faleceu em Campinas o Sr. Carmo Rebello.
  13/06/2006 - Social - Nota de Falecimento
  22/05/2006 - Social - Procuro por meus parentes em Piranguçu
  12/05/2006 - Social - Cláudio Martins agora é Cidadão Piranguçuense

»Veja +