Desencanto
  Publicado em 3/10/2013 18:41, com 1649 acessos.


Enquanto ela sonha
Minh´alma tristonha
Nas horas mortais
Se põe a chorar
Doridos prantos
Nos desencantos
Das noites infindas
Que quer me matar.

Busco no infinito
Nas estrelas que fito
Aquele airoso olhar
Que não posso ver
Cada dia que passa
É mais uma taça
Da amarga saudade
Que tenho a beber.

É tão mesquinha
A sorte minha
Que só quer me ver
Em triste agonia
Não me sai da mente
A imagem crescente
Dos tempos idos
Numa curta alegria.

Nada me apraz
A esperança fugaz
Mora sorrateira
Dentro de mim
Também dela vou fugindo
Pelas sombra caindo
Sem saber ao certo
Se isso terá fim.

Eu e a saudade
A saudade e eu
Ela tem mais amor
Do que o amor que foi meu.


Versos enviado por José Braz 24 /09 /13





Conteúdo : Versos e Prosas

  20/04/2015 - Versos e Prosas - Pátrio Alferes
  08/09/2014 - Versos e Prosas - Simplesmente Eu!
  12/12/2013 - Versos e Prosas - Natal, presente de Deus
  03/10/2013 - Versos e Prosas - Desencanto
  14/08/2013 - Versos e Prosas - É Pedra ou Pedreira?
  24/06/2013 - Versos e Prosas - A Passagem
  19/06/2013 - Versos e Prosas - Garrolê
  19/06/2013 - Versos e Prosas - Gatinha Sassafraz
  09/06/2013 - Versos e Prosas - Sonhos Dourados
  09/06/2013 - Versos e Prosas - Doze de Junho
  26/02/2013 - Versos e Prosas - Cinquentenário de Piranguçu
  26/11/2012 - Versos e Prosas - Bairro Sobradinho em Versos.
  22/08/2012 - Versos e Prosas - O Site em Versos.
  31/07/2012 - Versos e Prosas - Homenagem ao Delicado.
  23/05/2012 - Versos e Prosas - A História do Zé Pintinho.
  12/05/2012 - Versos e Prosas - FELIZ DIA DAS MÃES.
  29/02/2012 - Versos e Prosas - Eu sou a Piranguçu.
  25/01/2012 - Versos e Prosas - Folhas ao Vento - Poema
  16/01/2012 - Versos e Prosas - Fotos Antigas - Poesia
  16/12/2011 - Versos e Prosas - Minha Saudade

»Veja +