Pátrio Alferes
  Publicado em 20/4/2015 09:13, com 40 acessos.


PATRIO ALFERES



Que pátria não era
Mas lar de quimera
Com dura autoridade.
Colônia de bravos
Que mesmo escravos
Sonhavam liberdade.

Entre os bravos, porém
Um alferes detém
A marcha triunfal,
De poderes dominantes
De terras distantes
Reis de Portugal.

O alferes plantou
Com sua vida regou
A semente da liberdade,
Se somos independentes
Devemos a Tiradentes
A nossa brasilidade.


Poesia escrita pelo amigo e conterrâneo José Braz da Costa, residente em São Paulo.





Conteúdo : Versos e Prosas

  10/08/2017 - Eventos - 33ª Expo Piranguçu
  01/06/2017 - Geral - Festa Santo Antonio
  05/04/2017 - Geral - Semana Santa 2017 - Paróquia Piranguçu
  29/03/2017 - Geral - Visita da Imagem Peregrina
  22/02/2017 - Geral - Piranguçu - 54 anos
  22/02/2017 - Geral - Campanha da Fraternidade 2017
  09/06/2016 - Eventos - Festa do Divino Pai Eterno
  31/05/2016 - Eventos - Festa de Santo Antonio
  31/05/2016 - Eventos - Festa de São João.
  03/04/2016 - Eventos - 22ª Festa da Banana - Antunes
  16/03/2016 - Geral - Semana Santa 2016 - Paróquia Piranguçu
  14/02/2016 - Geral - Campanha da Fraternidade 2016
  14/08/2015 - Eventos - 32ª Exposição Agropecuária de Piranguçu
  07/07/2015 - Eventos - Arraiá da AAPP
  25/05/2015 - Geral - Novena e Festa de Santo Antonio
  20/04/2015 - Versos e Prosas - Pátrio Alferes
  08/04/2015 - Geral - 21ª Festa da Banana - Antunes
  30/03/2015 - Geral - Semana Santa 2015 - Piranguçu
  22/02/2015 - Geral - Piranguçu 52 Anos
  19/02/2015 - Geral - Campanha da Fraternidade 2015

»Veja +